Artigos & Informações
Acupuntura pode ajudar a combater a celulite e a gordura localizada

Em alguns casos, tratamento estético costuma ser sinônimo de sofrimento. Vermelhidão, descamação da pele, longos períodos de cicatrização e recuperação. O que poucas pessoas sabem é que a acupuntura estética pode fornecer o mesmo resultado que outros tratamentos de uma forma eficaz, praticamente indolor e livre de efeitos colaterais.

Técnica é uma das formas de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que vem se tornando forte aliada no tratamento de problemas como celulite, gordura localizada e até obesidade. A principal diferença dos tratamentos comuns, além de não necessitar de tempo de recuperação, é que a acupuntura trabalha com todo o corpo.

"Os problemas estéticos normalmente têm ligação com o desequilíbrio da energia de órgãos internos", afirma a dermatologista e acupunturista Miriam Sabino.

O tratamento contra a celulite e a gordura localizada consiste na aplicação de finíssimas e pequenas agulhas de metal em pontos específicos (chamados “acupontos”) na pele. Dessa forma é possível prevenir e tratar doenças, dores ou outras desordens do corpo atuando inclusive na causa e não somente nos sintomas do problema.

Existem outros recursos terapêuticos complementares no tratamento da acupuntura como: auriculoterapia (estimulação de pontos na orelha através de esferas, agulhas e sementes), laser, eletroacupuntura, talassoterapia (uso de algas), moxabustão (erva artemísia) e produtos naturais como pó de pérola e calêndula.

Os benefícios da acupuntura incluem melhora da circulação linfática e sanguínea, aumenta da oxigenação dos tecidos e diminuição da flacidez local. Os resultados são obtidos de um a dois meses e estão relacionados ao grau e extensão da celulite, sedentarismo, uso de medicamentos, obesidade, estresse e fatores hormonais.



Por: Abril On Line - Seção: Saúde

Publicado em: 31/08/2010

Fonte: http://www.abril.com.br/noticias/comportamento/acupuntura-pode-ajudar-combater-celulite-gordura-localizada-592560.shtml

Conselhos úteis para reduzir o Colesterol

A presença do colesterol no organismo humano é extremamente benéfica, mas apenas nas quantidades certas. Embora seja altamente recomendado possuir níveis de colesterol moderados, há uma condição fundamental: o controlo daquele tem de ser efectuado com rigor, pois caso contrário, ao invés de uma situação aconselhável passa a existir um cenário negro a evitar por todos os meios. O resultado da falta de cuidado com os níveis de colesterol é um dos factores que mais “ajuda” à obstrução das veias sanguíneas, cuja derradeira consequência é o temido e fatal Acidente Vascular Cerebral (AVC), a principal causa de morte em Portugal. De resto, o indicador de vítimas mortais provocadas por AVC revela algo “verdadeiramente assustador”, classifica a Ordem dos Médicos, segundo a qual morrem, em território luso, duas pessoas por hora. Se estes dados foram suficientes para alarmá-lo quanto aos efeitos nefastos do colesterol elevado, ficam agora algumas dicas que ajudam a prevenir esse cenário e manter o seu corpo saudável. Leia os próximos conselhos atentamente e fixe-os com o rigor que estes exigem, pois somente dessa forma poderá garantir estar cá para contar a história da sua vida aos seus entes queridos. 1. Coma peixe e carnes brancas em maiores quantidades do que a carne de suíno. Estas últimas, também denominadas de “carnes vermelhas” , são substancialmente mais prejudiciais para o organismo quando ingeridas regularmente, o que não acontece, por exemplo, com a carne de aves, bastante mais nutritiva e menos rica em gordura; 2. Prefira o assado ou cozido ao frito e fique a ganhar muito com essa troca. Ao serem confeccionados os alimentos daquela última forma, a concentração de gorduras saturadas será maior e aumentará (ainda) mais devido aos condimentos que se adicionam para cozinhar. Por isso, reduza ao mínimo o consumo de produtos fritos e diga não ao colesterol! 3. Limite a utilização de óleo na comida e sempre que for possível eliminá-lo por completo, faça-o, porque isso é uma mais-valia em prol da sua saúde. Se a receita que deseja cozinhar sugere óleo em abundância, não caia nesse erro e corrija-o, colocando apenas o necessário para lhe dar o gosto, mas sem abusar. Não comprometerá assim o sabor, ao mesmo tempo que assegura um prato bom e “limpo” para o organismo; 4. Evite os molhos e cremes, substituindo-os por opções bem mais saudáveis como os compostos de tomate, cebola, alho, aipo, soja e até mesmo iogurte, preferencialmente magro, nunca os rotulados de (falsos) light. Verá que a comida se torna bastante mais leve e mantém um sabor único, sem que tenha de lhe adicionar produtos altamente calóricos, e por isso, nocivos para o combate ao mau colesterol; 5. Beba leite e coma os seus derivados com contenção, uma vez que alimentos como o queijo ou a manteiga podem tornar-se em verdadeiras bombas-relógio para o descontrolo dos níveis de colesterol. Quem gosta destes produtos deve consumi-los regradamente e dar predilecção ao queijo fresco e alimentos menos ricos em gordura, tais como os criados a partir do leite de cabra. As cinco dicas enumeradas são apenas uma pequena parte das linhas de acção que devem ser seguidas para evitar o risco de colesterol elevado. É certo que são as mais importantes nessa luta para travar a ocorrência de um AVC, mas nunca é demais lembrar que outros conselhos devem ser considerados e respeitados.



Por: Nuno Ribeiro

Publicado em: 19/10/2010

Fonte: http://www.webartigos.com/articles/49876/1/Conselhos-uteis-para-reduzir-o-Colesterol/pagina1.html

Duas horas e meia de actividade física reduzem incidência de cancro

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a «actividade física desempenha um papel importante na redução da incidência de determinados cancros».
A Organização Mundial de Saúde recomenda a realização de duas horas e meia de actividade física moderada por semana como medida para reduzir o risco do cancro da mama e cólon, bem como a diabetes e doenças cardíacas.

A propósito do Dia Mundial do Cancro, o director-geral adjunto da OMS para as Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental indicou que a «actividade física desempenha um papel importante na redução da incidência de determinados cancros».

«A inactividade física é o quarto factor de risco principal para todas as globais, sendo que 31 por cento da população de todo o mundo não pratica actividade física», acrescentou Ala Alwan.

Nas idades entre os 5 e os 17 anos, a OMS recomenda, pelo menos 60 minutos de actividade física moderada a vigorosa para proteger a saúde e reduzir o risco destas doenças.

A inactividade física está associada a 3,2 milhões de mortes anuais, 2,6 milhões das quais em países mais pobres, a mais de 670 mil mortes de pessoas com idade inferior a 60 anos e a cerca de 30 por cento dos casos de diabetes e doença cardíaca isquémica.

Por: TSF - Rádio Notícias - Portugal

Publicado em: 03/02/2011

Fonte: http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1775532

Alterações do sono têm forte impacto no desempenho cognitivo

Sono e envelhecimento

Alterações do sono que ocorrem durante um período de cinco anos na idade adulta afetam fortemente a função cognitiva na terceira idade.

Homens e mulheres que tiveram variações no seu tempo de sono, passando a dormir menos do que 6 e mais do que 8 horas por noite, estão sujeitos a um declínio cognitivo acelerado.

Os efeitos verificados são equivalentes a um período de 4 a 7 anos de envelhecimento.

Dormir mais e dormir menos

As pessoas que passaram a dormir um adicional de 7 a 8 horas por semana tiveram menor pontuação em cinco de seis testes de função cognitiva, com a única exceção sendo o teste de memória verbal de curto prazo.

As pessoas que tiveram uma redução de 6 a 8 horas de sono por semana tiveram uma menor pontuação em três dos seis testes cognitivos - raciocínio, vocabulário e estado cognitivo global.

"O principal resultado do nosso estudo é que mudanças adversas na duração do sono parecem estar associadas com uma piora na função cognitiva em idade mais avançada," afirma a Dra. Jane Ferrie, da Universidade College London, no Reino Unido.

Sono de homens e mulheres

Os pesquisadores também descobriram que, nas mulheres, um sono de 7 horas de duração por noite esteve associado com a maior pontuação para cada teste cognitivo, seguido de perto por seis horas de sono noturno.

Entre os homens, a função cognitiva foi igual para aqueles que relataram dormir 6, 7 ou 8 horas por noite - somente durações menores do que 6 horas ou maiores do que 8 horas parecem estar associadas com menores notas nos testes cognitivos.

Embora os participantes em sua maioria fossem trabalhadores de escritório, o grupo de estudo abrangeu um amplo leque socioeconômico, com uma diferença de 10 vezes no salário.

Os pesquisadores ajustaram os efeitos da educação e da posição ocupacional devido à sua conhecida associação com o desempenho cognitivo.

O nível socioeconômico não responde por todas as associações observadas, indicando ou uma associação direta entre as alterações no sono e a função cognitiva, ou a uma associação mediada ou confundida por outros fatores além da educação e da posição ocupacional.

Importância do sono

Segundo os autores, um sono adequado e de boa qualidade é fundamental para a fisiologia humana e o bem-estar.

A privação do sono e a sonolência têm efeitos adversos sobre o desempenho, os tempos de reação, e problemas de atenção e concentração.

Além disso, a duração do sono está associada com uma vasta gama de medidas de qualidade de vida, tais como o relacionamento social, a saúde mental e física, e a morte precoce.



Por: Redação do Diário da Saúde

Publicado em: 10/05/2011

Fonte: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=alteracoes-sono-desempenho-cognitivo&id=6457

Cafeína no café expresso pode ser demais para pessoas sensíveis

Alerta demais

Os níveis de cafeína em algumas doses de café expresso podem estar acima do recomendado para ingestão diária do estimulante para alguns consumidores mais sensíveis.

Foi o que revelou uma pesquisa feita no Reino Unido.

Normalmente, a ingestão do café causa apenas uma elevação do nível de alerta da pessoa.

Contudo, para algumas delas, cafeína demais pode aumentar a ansiedade e levar a outros problemas de saúde.

Grávidas e crianças

A cafeína fica no corpo de um adulto por cerca de 5 horas.

Mas esse período pode chegar a até 30 horas para mulheres que tomam anticoncepcionais, mulheres grávidas, crianças e pessoas com problemas no fígado.

É recomendado que as mulheres grávidas mantenham a ingestão de cafeína abaixo dos 200 miligramas (mg) por dia.

Normalmente, um copo de café instantâneo com 225 mililitros (ml) contém entre 60 e 85 mg de cafeína, enquanto uma xícara pequena de café expresso, com 28 ml, contém de 30 a 50 mg de cafeína.

Só para os sensíveis

O sinal de alerta se acendeu quando Alan Crozier e seus colegas da Universidade de Glasgow, na Escócia, encontraram conteúdos de cafeína que variaram de 51 a 322 mg por dose de café expresso - as doses variaram entre 23 e 70 ml.

Isto significa que uma única dose grande - do tipo "para viagem" - pode conter mais cafeína do que o recomendado para os consumidores mais sensíveis.

O pesquisador ressalta que o alerta vale apenas nesses casos mais sensíveis.

"Contanto que você tolere bem a cafeína, e não sofra nenhum efeito colateral adverso, e nem está grávida, seja criança ou tenha doença do fígado, divirta-se tomando seu café totalmente encorpado," disse ele.

Os resultados do estudo foram publicados na revista Food & Function.



Por: Redação do Diário da Saúde

Publicado em: 06/12/2011

Fonte: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=cafeina-cafe-expresso&id=7203





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:





Por:

Publicado em: 30/11/-0001

Fonte:

[ - ] Voltar

Terapias Curitiba

Av. Visconde de Guarapuava, 3.444 - Conj. 606 - 6º Andar - CEP 80.250-220 - Bairro Centro - Curitiba - PR